Formatos de troca de dados em Aplicações Web

troca de dados

Hoje vamos continuar falando sobre arquitetura de uma aplicação WEB, mais especificamente sobre os formatos de troca de dados entre back-end e front-end.

Lembrando que o Front-end envia algo ao back-end, como por exemplo um POST em /users. Quando fazemos isso, a requisição é formada por alguns componentes:

O Header de requisição;

O Body de requisição;

Em seguida temos as respostas de ambos.

Quando fazemos um post para o users, podemos passar estes dados em alguns formatos. O mais conhecido hoje em dia é o JSON, por exemplo:

No body da requisição, vamos mandar esta string, já no Header temos que enviar a informação para o servidor de que o que estamos enviando no body é um JSON. Temos outras formas de envio como o XML:

(XML era muito comum de ser utilizado antes do JSON e RESTful ficarem tão famosos).

A forma que ainda é muito comum de enviar estas strings é o URL encoded, nela vamos mandar os dados da seguinte forma no body da requisição:

Se colocarmos mais dados:

Outra forma é o mult-part form data, que diz mais ou menos assim:

No header ele envia um separador

outro camp = valor

outro separador.

Quando ele faz este multiform data, conseguimos mandar grandes quantidades de informação.

Quando isso é recomendado?

Quando estamos fazendo um Upload como enviar uma foto ou vídeo, por exemplo.

Estes são os formatos que temos para troca de dados enviando do front-end para o back-end.

Já a resposta do servidor pode ser retornado com um JSON, um XML, os dados como textuais e também HTML, img, PDF, CSS, etc, basicamente qualquer tipo de arquivo que quisermos do servidor para o cliente, desde que o navegador suporte isso.

Explicação completa em vídeo:

Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários. Curta o DevPleno no Facebook, inscreva-se no canal e não se esqueça de cadastrar seu e-mail para não perder as novidades. Abraço!